PAI – PROGRAMA DE ACOMPANHANTE DO IDOSO

É uma modalidade de cuidado domiciliar bio-psico-social a pessoas idosas em situação de fragilidade e vulnerabilidade social, que disponibiliza a prestação dos serviços de profissionais, acompanhantes de idosos, para apoio e suporte nas Atividades de Vida Diárias (AVD's) e para suprir outras necessidades de saúde e sociais.

O Programa Acompanhante de Idosos, política pública de saúde da cidade de São Paulo, propõe-se a responder às necessidades das pessoas idosas, que têm comprometimento de sua capacidade funcional.

Para o desenvolvimento, eficiência e eficácia das ações pertinentes ao Programa, estas diretrizes são fundamentais:

- Assegurar o acesso do idoso frágil ao sistema de saúde e aos recursos da comunidade;

- Propiciar a inserção social do idoso atendido na comunidade e a sua participação social;

- Respeitar o espaço de moradia da pessoa idosa, bem como os seus pertences pessoais, móveis e utilidades domésticas;

- Incentivar a autonomia e a independência da pessoa idosa atendida;

- Desenvolver uma ética de respeito e dignidade aos valores humanos e, principalmente, do respeito à individualidade da pessoa idosa;

- Respeitar os valores, costumes e crenças da população atendida, incluindo a opção religiosa;

- Oferecer suporte técnico aos familiares da população atendida;

- Garantir, dentro do possível, que os profissionais que fazem parte do Programa tenham especialização em Gerontologia, ou que busquem esta especialização;

- Oferecer aos profissionais, que não tenham conhecimento em Gerontologia, a oportunidade de atualização permanente neste campo de conhecimento;

- Desenvolver as ações do Programa na perspectiva de intervenção através de equipe interdisciplinar, assegurando a especificidade de cada um dos participantes da equipe;

- Garantir o processo de educação permanente da equipe dos profissionais que desenvolvem as atividades, direta e indiretamente, com a população alvo do projeto;

- Realizar atividades que garantam acompanhamento, suporte e supervisão sistemáticos dos Acompanhantes de Idosos;

- Garantir a unicidade do Programa, levando em conta as especificidades locais e regionais.

Critérios de Inclusão

- Idade igual ou superior a 60 anos;

- Dependência funcional nas Atividades da Vida Diária (AVD's), decorrentes de agravos à saúde;

- Dificuldade de deambulação;

- Dificuldade de acesso aos serviços de saúde;

- Insuficiência no suporte familiar e social;

- Isolamento ou exclusão social;

- Risco de institucionalização;

- Residência na área de abrangência.

Observação: Fica sob juízo criterioso da Equipe de Trabalho a inclusão de pessoas idosas portadoras de demência grave ou moderada, principalmente em casos de atendimento e suporte aos cuidadores, situação na qual o Acompanhante pode exercer o papel de permitir descanso, tratamento, ou atividades pessoais do cuidador durante os momentos em que este necessitar ausentar-se do domicílio.

SAS-SECONCI-SP-OSS - Rua Durval José de Barros, n.264 - CEP 03508-030 - Vila Matilde - SP - Fone:2289-0389 / 2289-0390

Copyright © 2017 sas-seconci.org.br. Desenvolvimento: SNSDesign